Sou melhor do que você

Tenho certeza que você não pensa isso. Eu não penso.

Mas creio que inconscientemente vibramos nessa afirmação muitas, muitas vezes. Talvez por autoproteção, para sentir que temos valor, talvez porque realmente não estamos ainda preparados pra aceitar que existe mais de uma versão da verdade. Talvez porque tenhamos medo de reconhecer o incerto.
Quando olho o outro e concebo que ele está tomando uma decisão equivocada, esse é um julgamento feito a partir de meu próprio ponto de vista. Se acho que ele está fazendo errado, é porque entendo que conheço o jeito certo: o meu jeito. Se quem sabe o jeito certo sou eu e não ele, então sou “superior”.
Recebi hoje um texto assim:
Não dizei: ‘encontrei a verdade’, mas sim: ‘encontrei uma verdade. Não dizei: ‘encontrei o caminho da alma’. Dizei: ‘ENCONTREI A ALMA ENQUANTO SEGUIA MEU CAMINHO’, pois a alma segue todos os caminhos.
A alma não caminha sobre uma linha, nem cresce como um junco. A ALMA DESDOBRA-SE, COMO UM LÓTUS DE INÚMERAS PÉTALAS”
(Kahlil Gibran)
E a sensação que me toma é de uma grande alívio por não precisar descobrir O caminho correto, ele não existe.
Não acho que a vida seja tão simples quanto o politicamente correto defende. Há muita verdade no que julgamos feio e muita ganância no que nos parece generosidade. então por que se preocupar tanto, se culpar tanto? Em cada caminho, ainda que tropeçando em equívocos, está sendo trilhada uma história… e cada um tem a sua.
O melhor de se abster da noção de melhor, pior, certo ou errado é poder aceitar sua própria limitação. Aceitando as escolha do outro sem julgá-las como certas ou erradas me autorizo a aceitar a minha própria.
Ainda que pareça falha, é a minha história, ainda que o caminho pareça insuficiente, sei que é repleto de boas intenções e coragem, então sigo sem carregar pesos desnecessários… cada vez mais leve.
Wahe guru!!!
Postagens Recentes